br ar    v a l v

As Vicissitudes da Requalificação da Praça dos Combatentes do Ultramar, em Esmoriz PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Terça, 29 Dezembro 2015 17:19

A Câmara Municipal de Ovar aprovou, na sua reunião de 2 de Outubro de 2014, a adjudicação da empreitada do projecto de “Requalificação da Praça dos Combatentes do Ultramar, em Esmoriz” pelo valor de 338.252,39 euros, à entidade Construlordelo – Construções Unipessoal Lda.

Foi anunciado, na altura, pela Câmara, que esta obra pretendia "reformular a Rua e a Praça dos Combatentes do Ultramar (envolvente ao Mercado de Esmoriz), bem como a Rua dos Bombeiros e a Rua Professor Lopes Araújo, ao nível dos revestimentos dos pavimentos e ao nível da organização dos espaços, conferindo a esta zona melhor funcionalidade, mobilidade e circulação."

Estado da obra

No entanto, estas obras têm sido marcadas por vários problemas criados à população. Alertados pelas queixas de diversos feirantes e comerciantes locais, que dão conta do prolongamento excessivo do prazo destes trabalhos, militantes do PCP visitaram o local de forma a poder conhecer melhor as várias intercorrências das obras. Deste modo, o PCP alerta para os seguintes pontos:

1. Relativamente aos arruamentos, não parecem definidas claramente as fronteiras entre a circulação pedonal e a rodoviária, permitindo o acesso de viaturas a zonas que deveriam estar exclusivamente destinadas à circulação de pessoas, nomeadamente em dias de mercado;

Áreas de circulação mal definidas

2. Quanto a acessibilidades, esta intervenção promove barreiras arquitectónicas num dos principais edifícios comerciais desta área, a Norte do hotel; estes obstáculos são particularmente gravosos para pessoas com limitações motoras;

Barreiras arquitectónias junto aos edifícios

3. No que respeita à segurança, a norte da praça, esta obra criou ressaltos sem protecção, com altura suficiente para pôr em risco a integridade física dos transeuntes;

Ressaltos sem protecção

4. O ajuste da obra à sua função é outro aspecto importante a esclarecer: por exemplo, saber se esta praça estará adaptada à fixação das coberturas dos feirantes;

5. Considerando a qualidade da informação que deve ser prestada pela edilidade aos cidadãos, importa referir que os painéis informativos não informam sobre a data de início da obra, como estipula a Lei, pelo que aferir se a realização da empreitada está a decorrer em tempo útil se torna uma tarefa impossível para o cidadão. Cabe ao PCP questionar a Câmara Municipal de Ovar: para quando painéis informativos mais esclarecedores?

Os painéis "informativos" não informam sobre a data de início da obra!

6. Finalmente, sendo o prazo de execução da empreitada a principal fonte de preocupação dos feirantes e comerciantes locais, interessa saber qual a data efectiva de início da obra e, sobretudo, qual a data de conclusão prevista para a mesma. Para o PCP, é importante saber se a Câmara Municipal de Ovar tem a noção dos prejuízos que o prolongamento desta obra causou aos feirantes e a toda a sua periferia comercial, e se tem ainda um plano de contingência para ressarcir os lesados por esta situação.

O PCP continuará a sua intervenção junto dos feirantes e comerciantes locais apresentando toda a sua disponibilidade para reclamar pela satisfação das suas inequívocas necessidades, assegurando os seus direitos e a correcta orientação dos dinheiros públicos para os justos interesses da população.

 
O Bairro do Lamarão não pode ser esquecido! PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Quinta, 10 Dezembro 2015 16:12

Militantes do PCP com moradores

No passado fim-de-semana uma delegação do PCP esteve numa visita ao Bairro do Lamarão, onde foram contactados diversos moradores para auscultar as suas preocupações e necessidades. Destes contactos resultou a detecção de diversos problemas, alguns dos quais, na óptica do PCP necessitam resolução urgente.

Na Travessa Dr. Cunha foi encontrado um problema já anteriormente denunciado pelos comunistas mas que, apesar disso, ainda não teve qualquer resolução por parte do autarquia. No final desta travessa, num beco localmente conhecido como "Rua do Poço", encontram-se alguns moradores “acantonados” em casas muito rudimentares, sendo que 6 delas não contam com acesso a saneamento e 4 não contam sequer com água potável canalizada. Relativamente ao saneamento a questão parece prender-se com a quota baixa a que se situam as habitações. Neste sentido, o PCP questionará a Câmara sobre que soluções poderão ser encontradas para estas famílias, uma vez que não é aceitável que estas pessoas, em pleno centro de Ovar, tenham de encontrar soluções alternativas para as suas necessidades. A questão da água potável é igualmente grave uma vez que, segundo os moradores, "apenas" não foi construído o ramal de acesso, não parecendo aqui existir obstáculo técnico de maior à sua ligação. De referir ainda que na área mencionada o pavimento apresenta sinais de cedência, que importa reparar.

Piso com sinais de cedência na "Rua do Poço"

Relativamente aos arruamentos, designadamente na Rua Dr. Cunha, os passeios estão degradados; são várias as grades das águas pluviais que apresentam sinais de cedência, sendo que algumas destas grades, pela sua dimensão, são periodicamente veículo de maus cheiros. Aliás, em todo este bairro existe uma enorme indefinição entre as vias pedonais e a via rodoviária. É hora de repensar numa intervenção integrada que torne as infraestruturas públicas esteticamente mais agradáveis, ordenadas e salubres, em complemento com os objectivos de reabilitação Área de Reabilitação Urbana (ARU) de valorização do nosso património e identidade locais.

Passeios degradados no Bairro do Lamarão

É conhecido de todos que desde há muitos anos este bairro está apetrechado com balneários colectivos, que foram construídos para suprir as necessidades de casa de banho, abastecimento de água e saneamento, de muitas famílias daquele bairro. Hoje, tendo deixado de ser um equipamento de primeira necessidade para uma grande parte destes moradores, ainda é um bem essencial e único para alguns deles que não dispõem de água quente em casa. Mas não só: actualmente estes balneários servem indivíduos e famílias vindas de paragens um pouco mais distantes, como por exemplo, Carregal, Ponte Nova e Marinha. Servem também alguns elementos da comunidade cigana, imigrantes que se encontram em condições socialmente delicadas, assim como pessoas sem-abrigo.

No entanto, e segundo a informação prestada, o balneário não faz stock de garrafas de gás para aquecimento da água, criando períodos de inactividade deste equipamento quando o gás da garrafa acaba. Num momento em que a Câmara Municipal de Ovar se vangloria da sua disponibilidade financeira, não será certamente pela falta de recursos financeiros, mas de um planeamento desadequado, que importa corrigir.

Balneários junto ao Bairro do Lamarão

Ainda relativamente aos balneários, o PCP acompanha a preocupação dos moradores sobre a possibilidade da Câmara Municipal de Ovar fechar estas instalações. Neste contexto, o seu eleito municipal questionará a Câmara sobre a veracidade desta informação.

O PCP, numa política de proximidade, continuará os seus contactos junto da população, prestando contas do trabalho realizado, sempre no sentido da resolução dos seus legítimos anseios, da garantia dos seus direitos e da justa aplicação dos dinheiros públicos para a sua concretização.

 
Encontro de Edgar Silva com pescadores de Esmoriz | Sexta 18/Dezembro, 15h | Lota de Esmoriz PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Quarta, 09 Dezembro 2015 18:18

Encontro de Edgar Silva com pescadores de Esmoriz | Sexta 18/Dezembro, 15h | Lota de Esmoriz

Edgar Silva, candidato à Presidência da República, estará na próxima  sexta-feira, 18 de Dezembro, em contactos com os pescadores de Esmoriz.

O encontro será às 15h junto à Lota de Esmoriz.

A difícil situação em que se encontra o sector da pesca traz graves consequências quer a nível de sustentabilidade do sector, quer a nível social. Este rumo tem de mudar e aos pescadores deve ser dada a devida importância e dignidade no trabalho.

Vejamos os pescadores de sardinha, que são obrigados a parar de pescar e depois desesperam para receber os devidos apoios prometidos, que mesmo assim são insuficientes.

Ou os pescadores da arte-xávega que vêem a resolução dos seus problemas adiada sucessivamente por falta de vontade política.

Assim como também os pescadores das redes “majoeira” que entregaram uma petição na Assembleia da República com mais de 1400 assinaturas e ainda esperam para ser ouvidos na Comissão de Agricultura e Mar.

Tem de ser ouvida a voz dos pescadores! Participa!


 
Jantar-comício com Edgar Silva | Sexta 18/Dezembro, 20h | Salão Banda Visconde de Salreu PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Quarta, 09 Dezembro 2015 18:09

Jantar-comício com Edgar Silva | Sexta 18/Dezembro, 20h | Salão Banda Visconde de Salreu

No dia 18 de Dezembro, pelas 20h00, terá lugar um jantar-comício com Edgar Silva no Salão da Banda Visconde Salreu (Estarreja).

Esta é uma importante iniciativa, divulga-a junto de camaradas e amigos!

no dia 18 de Dezembro, pelas 20:00, terá lugar um jantar-comício com Edgar Silva no Salão da Banda Visconde Salreu (Estarreja).

Esta é uma importante iniciativa num período normalmente marcado por muitas iniciativas do movimento associativo, sindical e outras de cariz mais informal, pelo que se apela a que desde já marques na tua agenda este evento e o divulgues junto de camaradas e amigos.
 
Apoiantes da CDU no Concelho de Ovar PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Quarta, 23 Setembro 2015 19:29


Apoiantes da CDU no Concelho de Ovar

Apoiantes da CDU no Concelho de Ovar

Apoiantes da CDU no Concelho de Ovar

Apoiantes da CDU no Concelho de Ovar

Apoiantes da CDU no Concelho de Ovar

 
Comício da CDU com Miguel Viegas e Jerónimo de Sousa em S.M. da Feira PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Quarta, 23 Setembro 2015 11:19

Comicio CDU Santa Maria da Feira

 
CDU presente no mercado semanal da cidade de Esmoriz PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Terça, 22 Setembro 2015 13:38


Vários apoiantes e simpatizantes da CDU (PCP/PEV) estiveram presentes no passado sábado dia 19 no Mercado Semanal da Cidade de Esmoriz, distribuindo o documento de apresentação das propostas da CDU e seus candidatos pelo distrito de Aveiro.

Colectivo CDU



Esteve presente Carlos Ramos, candidato pelo distrito de Aveiro que auscultou as preocupações e queixas dos comerciantes presentes na feira, fruto das políticas de empobrecimento e austeridade de sucessivos governos PS, PSD/CDS, e no qual apresentou as propostas da CDU para este sector, nomeadamente uma taxa reduzida de IRC de 12,5% para os lucros abaixo dos 25 mil euros, o fim do pagamento especial por conta e o alargamento do âmbito do IVA de caixa e o fim da obrigatoriedade de todos os pequenos agricultores de se inscreverem nas finanças.


Colectivo CDU



Na abordagem aos comerciantes e população presente no mercado constatou-se uma profunda identificação por parte das pessoas contactadas com as propostas apresentadas.

Colectivo CDU

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 10 de 133