Manuel Duarte, do PCP, intervém em defesa da população da Marinha Versão para impressão
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Segunda, 04 Outubro 2010 20:05

Manuel Duarte intervém a AFNa última Assembleia de Freguesia de Ovar, que decorreu na localidade da Marinha, o deputado comunista, Manuel Duarte, levantou um conjunto de problemas, que continuam a afectar a vida dos moradores da Marinha, apesar de sucessivas promessas feitas aos longo dos anos.

Em pleno século XXI, não existe rede de saneamento básico nem de águas pluviais nesta localidade da freguesia sede de concelho, apesar de distar de poucos quilómetros do centro da cidade de Ovar.

As acessibilidade são péssimas; o seu imponente património natural, em vez de ser potenciado, encontra-se completamente ao abandono.

Apesar da beleza paisagística desta localidade ribeirinha da Ria de Aveiro, o cais da Tijosa está em avançado estado de degradação, não existindo uma única infra-estrutura, por mais simples que seja, que permita ao cidadão comum poder desfrutar um pouco de todo aquele espaço natural.

O completo abandono do espaço da margem acabou por transformar a Ria de Aveiro e o seu canal de Ovar no principal problema dos moradores da Marinha, que assistem, imponentes, ao avanço das águas salgadas, que invade culturas, estábulos e casas, causando enormes prejuízos com uma periodicidade crescente.

Perante estes alertas, responde a autarquia com o Polis da Ria de Aveiro, que 'irá' resolver todos os problemas.

O reforço das margens, numa intervenção articulada com as obras de dragagens do canal de Ovar é, para o PCP, uma prioridade absoluta. Sucede que, tal como o PCP alertou em devido tempo, o Polis é completamente omisso relativamente a esta matéria, ao contrário do que acontece com outros concelhos.

O plano de reforço de diques e motas, previsto no plano, apenas contempla a zona do Salgado e parte do canal de Mira, excluindo, por isso, a localidade da A Marinha sem rede de águas pluviaisMarinha. Perante esta situação, coloca-se o risco de os dragados, relativos ao canal de Ovar, serem deslocados para outros concelhos, para desespero das populações da Marinha e também da Ribeira, ambas situadas na freguesia de Ovar.

Relativamente ao cais da Tijosa, cuja recuperação se encontra contemplada no Polis e cuja execução deveria iniciar-se em finais de 2010, Manuel Duarte, como vários eleitos presentes, manifestou os maiores receios relativamente ao cumprimento desta obra tão necessária.

O PCP continuará, por isso a acompanhar toda esta problemática, exigindo que se cumpra o aprovado e não deixando de pressionar a Câmara que, como membro de plena direito da CIRA, tem responsabilidades óbvias em todo este processo.

Refira-se, por último, que a defesa dos campos agrícolas da Marinha, de onde sai parte significativa da produção leiteira do concelho, assim como a construção de infra-estruturas que possam potenciar a Ria como espaço turístico e de lazer, assume, neste momento, contornos absolutamente prioritários do ponto de vista do relançamento da economia.

 

Ovar, 3 de Outubro de 2010

 

A Comissão Concelhia de Ovar do PCP