br ar    v a l v

CDU reclama arruamentos dignos em S. João PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Coordenadora de Ovar da CDU   
Domingo, 05 Julho 2009 23:34
Etiquetas:

CDU reclama arruamentos dignos em S. João

A freguesia de S. João sempre foi considerada como o parente pobre do Concelho no que toca a infra-estruturas. Basta dizer que, apesar de comemorar 24 anos de existência no próximo dia 9 deste mês, e de ter sido elevada a vila em 1997, a junta de freguesia de S. João e respectiva Assembleia continuam a funcionar em instalações altamente precárias e provisórias, alugadas à misericórdia.

 

Entretanto, a Freguesia de S. João foi finalmente beneficiada com a sua extensão do Centro de Saúde, após mais uma rocambolesca aventura que se arrastou durante anos - a primeira pedra foi lançada em plena campanha eleitoral autárquica de 2005 e inaugurada cinco (!?) longos anos depois, em Janeiro de 2009. Na sequência desta construção, foi afirmado por diversas vezes que os arruamentos de toda a zona seriam beneficiados por forma a condizerem com esta nova e tão necessária infra-estrutura.

Pois bem, mais de meio ano depois de inaugurado o Centro de Saúde, os arruamentos continuam uma vergonha, com destaque para a Rua da Granja, Travessa da Granja, Rua Freire Lourenço Lampreia etc. Os candidatos da CDU, António José Macedo e Miguel Viegas, que visitaram recentemente o local, debruçaram-se particularmente para a Travessa da Granja, que, apesar de distar apenas de algumas dezenas de metros do centro continua inexplicavelmente em terra batida. De acordo com os moradores, a questão prende-se com uma deficiente marcação de terrenos, mas que não representa nenhum obstáculo para a resolução do problema para o qual existe por parte destes a máxima abertura.

 

Resta saber se existe por parte da Junta de Freguesia de S. João vontade política para avançar com a obra. Uma obra justa e necessária e que os moradores da Travessa da Granja reclamam como um direito seu já que pagam os seus impostos como os outros. A CDU, conforme prometeu, não deixará de intervir sobre esta matéria, seja na Assembleia Municipal, seja na Assembleia de Freguesia.