br ar    v a l v

PCP questiona governo sobre o Grupo Investvar PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Concelhia de Ovar do PCP   
Domingo, 07 Março 2010 22:56
Etiquetas:

Jorge MachadoA Comissão Concelhia de Ovar do PCP, em ligação com o seu Grupo Parlamentar na Assembleia da República tem vindo a acompanhar a situação da Investvar que, infelizmente continua profundamente incerta. Apesar do Estado Português continuar como principal accionista, os trabalhadores continuam sem saber qual irá ser o futuro da empresa e dos seus postos de trabalho.

 

Ao abrigo de um plano de recuperação que nunca chegou a ser divulgado o Grupo decidiu apresentar pedidos de declaração de insolvência junto do Tribunal da Comarca do Baixo Vouga com o objectivo de se assegurar a recuperação, reestruturação e relançamento das actividades das empresas principais do grupo a saber, a DCB, a Investvar Industrial e a Aeroshoes. Ao mesmo tempo começou a deslocalizar a produção para a Índia onde possui instalações fabris. Finalmente, e perante a necessidade de relançar a produção no curto prazo, propôs que os trabalhadores da empresa DCB, que detém as máquinas, passassem provisoriamente para a nova empresa Move-One criada recentemente, mas apenas prometendo trabalho até Abril.

Sendo esta uma medida insólita que deve merecer justificadamente as maiores reservas por parte dos trabalhadores, e tendo em conta que o estado continua com uma parte importante do capital social da empresa o deputado do PCP Jorge Machado entregou esta semana mais um requerimento na mesa da Assembleia no qual dirige ao governo as seguintes perguntas:

 

- Foi ou não o Governo consultado sobre estas medidas, designadamente aquelas que dizem respeito a deslocalização da produção para a índia e com a transferência dos trabalhadores da DCB para a Move-On?

- Está ou não o Governo disposto a pactuar com a intenção da empresa de deslocalizar a produção para a India?

- Vai este Ministério pactuar com uma estratégia óbvia de descapitalização das três empresas citadas com o nítido propósito de fugir ao pagamento das indemnizações que a empresa terá que pagar aos trabalhadores num quadro de deslocalização completa da produção para a Índia?

- Que garantia está o Governo disposto a dar aos 600 trabalhadores da empresa, muitos dos quais com dezenas de anos de serviço à empresa, no sentido da salvaguarda dos postos de trabalho e do património que hoje serve de garantia para os trabalhadores?

 

Entretanto, procurando sempre a ligação com os trabalhadores da empresa, vários militantes entre os quais Miguel Viegas eleito do PCP na Assembleia Municipal de Ovar estiveram na empresa onde distribuíram um comunicado aproveitando o momento para dar conta deste requerimento, e exortando os mesmos à luta para a manutenção dos postos de trabalho.

Pode consultar o requerimento aqui.