br ar    v a l v

Candidato da CDU solidário com a população de Vale de Cambra PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Comissão Coordenadora Distrital de Aveiro da CDU   
Domingo, 26 Julho 2009 00:41
Etiquetas:
Andreia Araújo (à esquerda) e Miguel Viegas (à direita)

A CDU, representada por Miguel Viegas, cabeça de lista por Aveiro às próximas eleições legislativas, acompanhado por Andreia Araújo, igualmente candidata pelo círculo de Aveiro, marcou hoje presença em Vale de Cambra no Plenário Popular, convocado pela Comissão de Utentes dos Serviços Públicos de Vale de Cambra, onde participaram largas centenas de populares.

Dando continuidade a uma luta que dura há já mais de dois anos e que conseguiu impedir o encerramento do SAP local, a população de Vale de Cambra volta a demonstrar que continua firme nos seus propósitos de não baixar os braços perante este verdadeiro roubo que o Ministério da Saúde pretende levar a cabo. Classificando as alternativas apresentadas (linha saúde 24, uma VMER na Feira e um helicóptero sediado em Aguiar da Beira) como pura demagogia, a Comissão de Utentes dos Serviços Públicos de Vale de Cambra reclama o seu direito à saúde e exige a manutenção do SAP, aberto 24 horas por dia, eventualmente sob a forma de um serviço de urgência básica com dois médicos e dois enfermeiros. Apresentar o Hospital de Arouca como alternativa representa um insulto às populações e revela total desconhecimento da realidade do concelho de Vale de Cambra e suas extensas freguesias.

 

Plenário teve a ampla participação popular

A CDU, que fez questão de marcar presença nesta tão importante acção de protesto, associa-se assim mais uma vez a esta luta que importa continuar e promete manter todo o apoio e solidariedade que foi demonstrando ao longo destes dois anos através da sua presença e de várias iniciativas parlamentares. Como nunca é demais lembrar, é igualmente importante perceber que esta situação insere-se numa luta mais vasta de defesa das funções sociais do Estado que PS, PSD e CDS foram atacando ao longo das últimas décadas à medida que se revezavam no poder. Só com mais deputados da CDU será possível inverter esta política. As próximas eleições serão, por isso decisivas.